Lugares

O corpo gordo feminino como resistência !

Procuro mulher 474242

Me conta aqui, rapidinho: quantas vezes por dia alguém segura a porta do elevador e espera você entrar? Consegue enumerar quantas vezes recebeu flores de pretendentes? E quantas vezes te pagaram um drinque numa balada? E é verdade. Mas e se quisermos ser amadas? Daí fica mais difícil, porque existe um impedimento social. Falando em desejo, vamos esbarrar ainda em algo mais complexo: o querer punitivo. É como se esse desejo fosse errado e a culpa é sua que despertou. Gosto de sair, de viajar, de beber e de me divertir com as amigas.

Colaboradoras da Hysteria

Resultado provisório das convergências entre técnica e sociedade, sentimentos e objetos, ele pertence menos à natureza do que à história. Cada grupo social imprime expectativas em torno ao corpo. Para Foucault , em qualquer sociedade o corporação é um locus de poder, sujeito a coerções e domínios ou a experiências de confronto e resistência. Mais passavam pela alma, agora pelo corporação. O que efetivamente se vende é a possibilidade de se permanecer vivo, belo e jovem, mas, para tão, a magreza se sobressai como um valor em si mesmo. A pessoa gorda representa um peso socialmente inadequado e passa a ser percebida por meio de uma imagem negativa. Denota descuido, preguiça, desleixo, falta de matéria. Também denota pobreza …. Arraes,

Redes sociais

Poderio, natureza e sexualidade em tempos de AIDS. Parker Orgs, Sexualidades pelo avesso: direitos, identidades e poderio pp. Daly, F. Foucault, M.

Leave a Reply

Your email address will not be published.