Casual

Álcool banhos e estupro: casal é preso por abusos em rituais na Grande Florianópolis

Páginas de 535492

Mulheres com idades entre 20 e 40 anos denunciaram terem sido estupradas e violentadas durante jantares promovidos pelos suspeitos ao menos desde o ano passado. Um casal suspeito de praticar abusos sexuais durante rituais religiosos foi preso temporariamente nesta segunda-feira 24 em Palhoça, na Grande Florianópolis. Até o momento, quatro vítimas foram identificadas, todas mulheres, com idades entre 20 e 40 anos. Algumas vítimas relataram que sofreram violência e foram ameaças durante os abusos. Também foram realizadas buscas no local onde os rituais aconteciam para procurar mais provas. As investigações continuam, porque a Polícia Civil acredita que outras mulheres tenham sido vítimas do casal.

Menu de navegação

A polícia de Sacramento, capital da Califórnia EUA anunciou nesta quarta-feira 25 , que um homem de 72 anos que foi preso recentemente é o autor de uma série de crimes, incluindo 12 assassinatos, pelo menos 45 estupros e dezenas de roubos cometidos entre e Foram 40 anos de buscas. Ele foi preso depois roubar uma lata de repelente canino e um martelo de uma loja. Dezenas de pessoas se dedicaram durante muitos anos a capturar esse homem-feito, comentou a procuradora da cidade, Anne Marie Schubert. As investigações mostraram que duas longas séries de crimes, uma no norte da Califórnia e outra no sul, foram cometidas pela mesma pessoa. A descoberta foi feita em , quando amostras de material genético coletadas nas dezenas de cenas de crime foram finalmente identificadas. DeAngelo trabalhou na polícia de Auburn, cidade que fica próxima a Sacramento, no norte da Califórnia, de a Foi nesse período que ele começou a invadir casas e roubar objetos de valor. Os policiais acreditam que, desde o início, ele mirava casas onde estavam mulheres sozinhas.

31 3236-8001

A pandemia mudou a forma de as pessoas se relacionarem. Eles voltaram a se encontrar depois do carnaval de Após esse período de quarentena, voltamos a nos encontrar. Foi nesse período de isolamento e incertezas que o relacionamento dos dois engrenou. Os conflitos acabaram fazendo com que ele saísse de casa e fosse morar único. Logo em seguida, surgiu uma vaga na empresa que eu trabalho, ele foi selecionado para fazer um teste e passou. Hoje estamos construindo nossa casa e planejando o futuro para que, em breve, possamos nos esposar oficialmente. Segundo pesquisa realizada pelo portal especializado Casamentos. O levantamento foi feito com mais de 3,4 mil casais, entre 26 e 40 anos.

Serial killer eua

Ele gostava de matar com facadas e estrangulamento. Confira, a seguir, o que eles acertaram e o que eles inventaram sobre o maníaco. É vida um truque: ele a domina e a joga para dentro do veículo. Mentira Quem usava a técnica do gesso falso era outro maníaco norte-americano, Ted Bundy. Mentira A polícia nunca sequer achou os corpos das mulheres mortas por Gein. Isso porque ele os mantinha em casa, usando-os para fazer objetos pessoais macabros, como canecas, cintos, puxadores de cortinas…. Verdade A casa de Gein era um inferneira, com corpos espalhados e um faro podre que podia ser sentido a distância. Mas nada de poço: esse detalhe veio de outro serial killer, Gary Heidnik.

Leave a Reply

Your email address will not be published.